15 de ago de 2012


BORBOLETAS
Railton Ximenes Aguiar

Pousa silenciosamente, em meu peito
na primavera que agora trago.
cor,vida,paixão que deleito
na palma da mão por onde afago

Clarear o céu do jeito seu
diversificar poesias no ar
como deus prometeu                                          
flores para dar e amar.

Por onde andas?andarilhas
tão longe deserta numa ilha
que agora traz a solidão.

O mundo é todo teu
voar tão alto é tudo que mereçeu
borboletas na multidão.

Railton Ximenes Aguiar

0 comentários:

Postar um comentário

Páginas

Obrigado

Seguidores

Abrindo meu Blog hoje, não vi seu nome. Estou esperando sua visita!

Lais monterio



">

Maukie - the virtual cat

SharkBreak - Online Aquarium