8 de jan de 2014





















 Noite de calor...

E não há o que refresque.
Recolho então a "garrafinha" de água gelada e vou descansar...
   Tiro a "sapatilhas" e a "tiara"... abro "o" livro... leio antigas poesias que escrevi... e viajo em meus pensamentos.
Falam das flores da primavera... das gotas de orvalho sobre a pétala ainda em botão.
Falam da esperança do florescer... das sementes que "germinam" em canteiros pequeninos... cada qual com sua missão.
... Falam das cores... nuances... misturas... falam da fé de quem as plantou... na certeza de vê-las florir.
E, aos poucos, dou passagem ao sono... e me entrego, a DOCES sonhos... 
E sonho como a pequena bailarina que cresceu... e feito flor... floriu!***
Boa noite.*

Lu Andrade

1 comentários:

Lu Andrade disse...

Agradeço pela delicadeza de postar meu texto, agradeceria se colocasse também a autoria.
Obrigada

Postar um comentário

Páginas

Obrigado

Seguidores

Abrindo meu Blog hoje, não vi seu nome. Estou esperando sua visita!

Lais monterio



">

Maukie - the virtual cat

SharkBreak - Online Aquarium